Pesquisar

Saúde

Caiu da Escada? Saiba se Deve Ir ao Médico

Compartilhe
caiu da escada Quedas nas escadas tiram milhares de vidas todos os anos

Ao cair da escada, é impressionante a frequência com que as pessoas sofrem ferimentos graves ou até a morte. A maioria dos casos são relatados entre idosos, onde as quedas em geral são a principal causa de morte relacionada a lesões entre adultos com 65 anos ou mais. Nos EUA, estima-se que 12.000 mortes são devidas a quedas em escadas a cada ano.

No Brasil a realidade é bastante parecida: segundo o Dr. Arnaldo Hernandez, médico ortopedista e coordenador geral do Núcleo de Medicina do Exercício e do Esporte do Hospital Sírio-Libanês, a “quantidade de traumas provocados por quedas é maior nos idosos, depois nas crianças e, por último, nos jovens e adultos.

Infelizmente, a realidade é que pessoas de todas as idades caem da escada todos os anos. Acidentes por queda tiram mais vidas do que mortes na estrada, incêndio ou afogamento. Nos EUA, entre as crianças de 19 anos ou menos, cerca de 8.000 visitas às salas de emergência são registradas todos os dias.

A maioria das quedas em casa ocorre nas escadas. Se você ou um ente querido se machucou depois de cair da escada, é importante reconhecer a gravidade da lesão. Ainda mais importante é considerar quando é recomendável consultar um médico para fazer uma investigação mais aprofundada.

Lesões Comuns Após Cair da Escada

Estas são as lesões mais comuns sofridas:

  • Ombro deslocado
  • Perna quebrada
  • Braço quebrado
  • Fraturas do tornozelo
  • Fratura do fêmur
queda em escada
Pessoas de todas as idades sofrem acidentes em escadas

Lesões na Coluna Vertebral: o Caso Mais Grave

A recuperação após todos os tipos de lesões na coluna vertebral é um processo muito longo e delicado. É preciso um esforço tremendo tanto do paciente, quanto dos profissionais de saúde e das pessoas próximas. É importante implementar protocolos de gerenciamento da dor, com diferentes alternativas para o alívio da dor .

Na maioria dos casos, com danos na coluna vertebral e na medula espinhal, é provável que a recuperação seja longa e trabalhosa. Provavelmente será necessário investir bastante tempo em reabilitação.

Pelo lado positivo, as chances de curar lesões na coluna aumentam drasticamente com uma vontade inabalável de superar o dano, combinada com as técnicas mais recentes de recuperação.

Os Custos Não Caem

De acordo com as companhias de seguros dos EUA, os pagamentos por lesões sofridas como resultado de quedas estão firmemente em segundo lugar nos custos, perdendo apenas para a compensação do seguro por lesões em acidentes de viação. Segundo o Centro para Controle de Doenças americano (CDC), apenas em 2015, “os custos médicos totais para quedas totalizaram mais de US $ 50 bilhões. O Medicare e o Medicaid (planos de saúde públicos americanos) arcaram com 75% desses custos ”.

Nos EUA, ao longo dos anos, um a dois milhões dessas lesões são registradas. As pessoas caem em qualquer tipo de escada nas casas: nas escadas da entrada, nas escadas entre os andares, nas escadas do sótão. Mais quedas ocorrem em lances de escadas curtos – até 10 degraus. As pessoas costumam subir essas escadas sem a devida atenção, assumindo que quanto menor as escadas, mais segura ela é. A estatística prova que não é este o caso.

Como as Quedas nas Escadas Acontecem

Na maioria das vezes, os acidentes ocorrem ao descer as escadas. Além disso, as quedas ocorrem com mais frequência nos primeiros degrais. Com quedas, homens e mulheres mais velhos com mais de 65 anos são os mais afetados. Portanto, se você estiver construindo uma casa na qual planeja viver toda a sua vida, ou pais ou parentes idosos morarão com você, preste muita atenção ao design das escadas ou considere a construção de uma casa térrea.

A maioria das quedas nas escadas pode ser evitada. A prevenção de quedas começa com o design cuidadoso dos degraus da escada e a construção de qualidade das escadas. No entanto, mesmo a escada mais confortável e bem construída não é capaz de impedir quedas. Além dos erros de projeto na fabricação das escadas, as quedas podem ser causadas pelas peculiaridades da situação nas escadas, manutenção deficiente, pessoas descuidadas, comportamento inseguro e fatores de saúde humana.

Por que as Pessoas Caem nas Escadas?

As causas diretas da queda na escada são:

  • deslizando um pé em um degrau
  • escorregando em pisos lisos
  • pisando em falso
  • apoiando com um calcanhar ou dedo do pé na borda de um degrau
  • enganchando um pé sobre o outro
  • pés emaranhados em roupas
  • pegando sapatos que caíram de um pé (na maioria das vezes chinelos)
  • tropece em objetos estranhos deixados nas escadas
tropeçou na escada
Evite objetos próximos ou nas escadas

Quando Você Deve Visitar um Médico

Após um acidente nas escadas, é comum haver algum tipo de contusão (hematomas). Se for esse o caso, e é a única lesão que você sofreu, aplique uma combinação de gelo e calor por alguns dias. Se a dor persistir por mais de uma semana, é melhor consultar seu médico de família.

Existem alguns casos em que VOCÊ DEVE IR AO MÉDICO OU AO PRONTO SOCORRO AGORA MESMO:

  • Se você perdeu a consciência, sentiu-se tonto ou confuso;
  • Um ferimento na cabeça é outro motivo para não se arriscar – verifique isso;
  • Sentir falta de força, equilíbrio ou dormência nas pernas é um mau sinal, outro motivo certo para procurar atendimento médico.

Medidas de Segurança

A melhor abordagem é sempre evitar acidentes e adotar medidas de segurança que tornem sua casa e local de trabalho mais seguros. Para isso, observe as seguintes medidas preventivas para diminuir a probabilidade de quedas.

Evite Objetos Perigosos Perto de Escadas

Ao limpar escadas, é melhor usar aspiradores compactos sem fio para evitar enroscar as pernas nos cabos. Além disso, verifique se não há objetos estranhos nas escadas: roupas, sapatos, brinquedos – porque é muito fácil tropeçar neles.

Considere Revestimentos Antiderrapantes

A telha antiderrapante ou o revestimento do piso podem ajudar a reduzir o risco de queda e escorregamento. Especificamente, o piso com ladrilhos fica perigoso e escorregadio quando molhado, o que acontece frequentemente nos pisos de banheiros e cozinhas, por exemplo. Quando o piso da cozinha ou do banheiro fica úmido, aumenta as chances de queda e outros acidentes. Um tratamento de revestimento antiderrapante aplicado corretamente ajudará a reduzir as chances de surpresas.

A mesma lógica se aplica ainda mais às escadas: além dos perigos inerentes que geralmente não estão presentes em superfícies planas, eles se tornam extremamente perigosos quando escorregadios ou molhados. Tente evitar situações em que isso possa acontecer a todo custo.

Preste Atenção Especial a Tapetes ou Degraus Danificados

Segundo os advogados especialistas no assunto da nolo.com, tapetes ou objetos que as pessoas podem tropeçar são causas comuns de problemas que, infelizmente, terminam em processos por lesões:

Um perigo comum de uma escada que pode estar oculto é o carpete ou a madeira gastos, que tornam a parte de correr de uma escada – a parte em que o pé se apóia – perigosa. Muitas vezes, uma escada ou carpete levemente desgastados são mais perigosos do que escadas obviamente desgastadas, porque as pessoas provavelmente não perceberão o perigo.

Joseph Matthews, advogado – nolo.com

Esse cenário pode não apenas levar à fatalidades, mas também a processos milionários: portanto as empresas principalmente devem sempre tomar as precauções necessárias.

Conclusão

Embora acidentes aconteçam, existem inúmeras situações em que os cuidados adequados poderiam torná-los altamente improváveis.

Ao planejar sua própria casa, escritório ou loja, reserve um tempo para projetar cuidadosamente todas as escadas para torná-las o mais confortáveis ​​e seguras possíveis. Além disso, confira também as prevenções gerais de risco doméstico da Fundação Oswaldo Cruz.

Esperamos que nossas recomendações o ajudem com isso, e também, por meio dos comentários, suas próprias dicas ou idéias sobre o assunto.

Tags:
Diego Molina

Psicólogo clínico com um longo histórico pessoal de tratamento da dor: tendinite do joelho, síndrome de ATM e, mais recentemente, alguma dor no ombro que ainda não tive a chance de descobrir o que é! Estudante de ioga há muito tempo, recentemente estive pesquisando os mecanismos de alívio da dor e hábitos para uma vida mais saudável e gratificante.

  • 1

Deixe seu Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *