Pesquisar

Saúde

Como Tratar Hérnia de Disco? Causas e o Que é Bom Fazer

Compartilhe
Hernia de disco As hérnias de disco exigem cuidado a longo prazo, confira a seguir. Foto por kjpargeter - www.freepik.com

Uma causa muito comum de dor nas costas e sintomas relacionados são a hérnias de disco lombar e a hérnia cervical. Ao ouvir pela primeira vez, as pessoas geralmente se perguntam o que exatamente é uma hérnia de disco. A seguir, vejamos suas principais características e o mais importante: como tratar hérnia de disco.

O Que é Hérnia de Disco?

A hérnia de disco é uma doença da coluna que afeta os discos intervertebrais. Localizados entre cada vértebra, eles funcionam como amortecedores que absorvem o impacto da movimentação do corpo.

Entre cada um dos ossos de nossa coluna vertebral encontramos um disco flexível, cujo nome é disco intervertebral. Os discos intervertebrais possuem três funções principais: por um lado, absorvem choque. Quando você cai ou realiza movimentos bruscos, os discos diminuem o impacto e protegem sua coluna contra danos. Eles também atuam como ligamentos que mantêm os ossos das vértebras unidos. Por fim, eles funcionam como articulações para permitir flexibilidade na coluna vertebral, ao mesmo tempo em que fornecem uma almofada entre os ossos.

como tratar hérnia de disco animação
Animação de como a hérnia ocorre – CC BY-SA 3.0, Original

Agora que você sabe o que é um disco espinhal, resta a pergunta: o que é uma hérnia discal? Isso ocorre quando a camada externa do disco intervertebral incha para fora e perde sua forma, o que exerce pressão sobre os nervos circundantes e outras estruturas. Sim, os nervos. Se você sentir dor por danos a um ou mais discos, é provável que eles estejam comprimindo alguma raiz nervosa ao longo da coluna. 

Áreas Afetadas

As áreas mais afetadas por hérnias são a região lombar (95% na L4–L5 ou L5–S1) e a cervical (C5–C6, C6–C7). Às vezes podem ocorrer hérnias no meio das costas, mas isso é mais raro.

Diferença entre Protusão e Hérnia de Disco

partes do disco com hérnia
Aqui vemos um disco (rompido) com hérnia e abaixo um disco normal e suas partes

Os termos protusão discal e hérnia de disco às vezes são usados ​​de forma intercambiável, mas há uma diferença importante entre os dois que é importante entender (veja imagens a seguir). Quando ocorre um disco abaulado, ele ainda está completamente intacto; está apenas perdendo sua forma. Um hérnia de disco ocorre quando a camada externa do disco se rompe e permite que parte da cartilagem mais macia do núcleo se projete. A hérnia discal, portanto, é mais grave que um disco abaulado e tem maior probabilidade de causar dor. Geralmente se projeta ainda mais, afetando mais severamente os nervos circundantes. Uma hérnia de disco é geralmente precedida por uma protusão, portanto, às vezes, o abaulamento pode ser o primeiro estágio do problema. Porém, protusões de disco não levam necessariamente ao surgimento de hérnias.

Protusão discal
Aqui vemos um disco com protusão discal

Sintomas Importantes

Às vezes, um disco abaulado causa pouca ou nenhuma dor, especialmente nos estágios iniciais e se ainda não tiver hérnia. Outras vezes, porém, a dor pode ser moderada a intensa. Como mencionado anteriormente, isso ocorre devido à irritação dos nervos circundantes pelo disco protuberante. Sensações menos graves dos nervos incluem dormência e formigamento. Os efeitos também não se limitam à área da coluna vertebral.

Os sintomas comuns de um disco protuberante no pescoço incluem formigamento, dormência ou dor nos ombros, pescoço, antebraços, mãos e dedos. Isso pode parecer estranho, mas isso acontece porque os nervos nessas áreas estão conectados aos que são afetados pelo disco protuberante.

Um disco abaulado na parte inferior das costas tende a afetar a parte inferior do corpo, incluindo os pés, a coluna, as coxas e os quadris. Em casos graves, pode haver dificuldade para caminhar. Sintomas graves como esse podem ser sinais de uma condição com risco de vida e requerem atenção médica imediata. Outros sintomas graves incluem espasmos musculares e problemas de bexiga.

Causas Mais Comuns

A causa mais comum das hérnias são:

  • o processo natural de envelhecimento;
  • o desgaste por problemas de postura;
  • deslocamentos por trauma.

O desgaste pode fazer com que o disco saia para fora, uniformemente ao longo das laterais do disco, fazendo com que pareça um hambúrguer muito grande para o pão. Esse tipo de disco protuberante é mais comum à medida que envelhecemos.

Outros fatores contribuem e aumentam o risco de abaulamento dos discos. Lesão é a causa em um número significativo de casos. Aqueles que vivem estilos de vida sedentários, como motoristas de caminhão ou com empregos de escrivaninha, estão em maior risco. Sentar o tempo todo não é bom para a coluna. Trabalhos fisicamente exigentes, especialmente trabalhos pesados, podem sobrecarregar os discos e causar problemas. Os músculos fracos das costas aumentam o risco de um disco protuberante devido à falta de apoio. Má postura ou más posições de dormir também podem contribuir. Outras causas e contribuições incluem obesidade e tabagismo. Para tratar hérnia é importante eliminar ou minimizar estas causas.

Você pode ajudar seu médico a determinar a causa do seu disco protuberante, respondendo a perguntas sobre fatores que podem estar contribuindo. Você deve se esforçar aqui e fornecer informações abrangentes sobre o estilo de vida para que seu médico possa entender melhor os fatores subjacentes exclusivos à sua própria situação de saúde.

Diagnóstico

Além de avaliar seus sintomas, são necessárias radiografias e, por vezes, ressonância magnética ou tomografia computadorizada, para diagnosticar com precisão as partes comprometidas. Isso permite que o médico veja seus discos e qualquer anormalidade na forma.

Como Tratar Hérnias de Disco

Felizmente, existem vários tratamentos disponíveis para protusões discais e hérnias de disco. Para aliviar a dor logo no início, podem ser prescritos medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos, e também podem ser usadas almofadas de aquecimento ou compressas de gelo, dependendo do que ajuda. O descanso também pode ser eficaz na redução da inflamação e na promoção da cura. Um aparelho também pode ser usado para dar uma pausa na coluna. Boas notícias, massagens também podem realmente ajudar.

Alterar seus hábitos e abordar algumas das causas do disco protuberante também pode ser eficaz na recuperação. Trabalhar em boa postura e mudar suas posições de dormir pode fazer uma diferença significativa.

Exercícios e fisioterapia também devem ser considerados. Isso pode fortalecer os músculos que fornecerão o suporte necessário para a coluna.

Outra opção para reduzir a dor e a inflamação é uma injeção de cortisona na área afetada. Uma vez que as opções mais conservadoras tenham sido tentadas e o tempo tenha passado sem melhorias, a cirurgia pode ser considerada, mas geralmente isso não é necessário. Outro caso raro em que a cirurgia será realizada é quando o problema do disco está causando uma condição com risco de vida.

Felizmente, na maioria das vezes os discos protuberantes podem ser tratados usando métodos conservadores.

Novas Opções de Tratamento

Em alguns casos, pequenas cirurgias podem ser realizadas usando tecnologias mais modernas. Esses procedimentos podem ser menos invasivos que a cirurgia tradicional. As opções disponíveis aqui dependem do tipo de disco protuberante e dos sintomas.

Conclusão

Se você acha que pode ter uma hérnia de disco, não espere para examiná-la completamente. Viver com qualquer dano na coluna sem os devidos cuidados significa desconforto prolongado que pode ser evitado. Há também o risco de agravamento das condições, incluindo a evolução do quadro clínico para uma hérnia de disco. Estão disponíveis tratamentos eficazes, e você ficará feliz por ter tomado as medidas corretas antes de sofrer maiores complicações.

Tags:
Diego Rubel, Psicólogo

CRP 08/13.666. Psicólogo clínico com um longo histórico pessoal de tratamento da dor: tendinite do joelho, síndrome de ATM e, mais recentemente, alguma dor no ombro que ainda não tive a chance de descobrir o que é! Estudante de ioga há muito tempo, recentemente estive pesquisando os mecanismos de alívio da dor e hábitos para uma vida mais saudável e gratificante.

  • 1

Você Também Pode Gostar

Deixe seu Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *